Esta nota musical é tão forte, pode fazer o orgasmo das mulheres

O orgasmo feminino pode parecer um fenômeno misterioso para muitos homens, e é por isso que há muitas sugestões circulando pelo mundo em como alcançá-lo o pompoarismo.

Imagem em Destaque VIA
A idéia mais recente requer pouco ou nenhum esforço, sugerindo que as mulheres podem chegar ao clímax simplesmente ouvindo uma nota musical específica.

Um cientista da Ultimate Guitar afirmou que planeja realizar uma experiência com seu amante fazendo ela se sentar em um amplificador de baixo enquanto toca a nota mágica – F #. Certamente supera os experimentos que tentamos na aula de ciências.

Aparentemente, quanto mais profunda a nota, mais profunda a vibração, que tipo de faz sentido. Um cara chamado Craig Huxley levou esta idéia ainda mais, criando o que ele chama de Blaster Beam – um instrumento que pode induzir um orgasmo feminino com o pompoarismo uma nota, simplesmente por tê-los sentar na sala onde está sendo jogado.

Um mito urbano afirma que a nota foi incluída no filme de 1979 “Star Trek: The Movie” e que quando isso foi realizado em 1990 em Nova York, várias mulheres na platéia vieram. A razão para isso? Bem, Craig acredita que é sobre “estimular os chakras”.

Parece que isso é algo que eu teria que ver para acreditar. Se você está interessado, por que não experimentá-lo em casa hoje à noite com seu parceiro? Beats sentado ao redor e assistindo TV todos night.

Há os tornozelos inchados, alterações hormonais, cravings, estrias, ganho de peso – para não mencionar o fato de você ter um humano real crescendo dentro de você.

E nossas mentes estão sintonizadas em cada mudança, preocupado em ter certeza que o bebê está seguro.

Então, quando você vê o seu estômago endurecer em uma forma estranha durante o sexo ou após um orgasmo, pode ser fácil entrar em pânico sobre ele.

Quando o útero e os músculos do abdômen contraem durante a gravidez, a barriga pode formar uma forma pontiaguda ou triangular – que pode parecer alarmante, mas é totalmente normal e não é perigosa – e essa contração tende a acontecer durante ou após o orgasmo.